Residências Artísticas

[PT]

O programa de residências da Cooperativa de Comunicação e Cultura prevê estadias de 1 a 4 semanas, destinadas a artistas na área da imagem (fotografia, vídeo, multimédia e cinema). Localizada na cidade de Torres Vedras, distrito de Lisboa, do qual dista 35 km, a residência destina-se a criadores que procuram, acima de tudo, um espaço para criação totalmente equipado em ambiente sereno. Enquadrado no centro historico , perto do mar (praia de Santa Cruz a 15 km), encontra-se na proximidade de pontos de interesse arqueológico, como o castelo e o Castro do Zambujal.

As residências para fotógrafos ou projectos de vídeo podem contar com material que vai desde câmara escura totalmente equipada, sala de edição com Mac(s), impressão de médio formato, digitalização e estúdio.

A Cooperativa de Comunicação e Cultura é uma associação cultural sem fins lucrativos, que procura apoios institucionais e privados. Operando há mais de 30 anos.

A residência não usufrui por isso de apoio financeiro directo, pelo que os potenciais candidatos são encorajados a procurar ajuda financeira para a produção e deslocação junto de outras instituições, no entanto estamos disponíveis para partilhar candidaturas a apoios . Durante este processo, a residência poderá providenciar uma carta-convite para o candidato apresentar na sua candidatura a apoio financeiro externo e ou lançar candidaturas pontuais em parceria com a nossa instituição. O programa de residência inclui estadia em apartamento com pequeno almoço incluído. Damos todo o apoio possível e necessário para o desenvolvimento do respectivo trabalho.  O resultado final da residência e caso se justifique poderá vir a ser exposto no nosso espaço.

A candidatura para a residência poderá ser feita em qualquer altura do ano e deverá incluir informação e imagens ilustrativas do percurso do candidato, uma breve descrição do trabalho que pretende desenvolver e datas possíveis para a sua realização. As residências com alojamento deverão acontecer entre 01 setembro e 30 de junho, nos meses de julho e agosto por norma não temos alojamento disponível .

Envio de candidaturas e informações adicionais: geral@ccctv.org ao cuidado de Inês Mourão


EM RESIDÊNCIA (IN RESIDENCY):

Abril 2015

Diogo Almeida Martins, vive e trabalha em Torres Vedras, Portugal.
Licenciado em Artes Plásticas, na Escola Superior de Artes e Design, nas Caldas da Rainha, onde concluiu também o Mestrado em Artes Plásticas no ano 2014.

Em 1991 foi viver para a Bélgica, regressando a Portugal em 1998, onde desde então vive.
Já em portugal, o artista tem vindo a realizar várias exposições nos últimos anos, podendo ser destacadas Meia Pensão, no âmbito do Ciclo de Exposições no Hotel Madrid, Caldas da Rainha (2014), a exposição Mini Hotel, um projecto intitulado Passa a Cabine, organizado pela Fundação PT / IP Leiria, Caldas da Rainha (2013), e a Em desenho, no Museu José Malhoa, Caldas da Rainha (2012).

Individuais: 2015 "Simulacro do Imaginário", Edge Arts, Espaço Amoreiras, Lisboa

Colectivas: 2014 Café Central, Caldas Late Night 18, Caldas da Rainha; "Sombra - Diogo Almeida Martins & Mariana Sampaio", Caldas Late Night 18, Silos Contentor Criativo, Caldas da Rainha; "Pensão Completa", Caldas Late Night 18, Hotel Madrid, Caldas da Rainha; "Meia Pensão", Ciclo de Exposições no Hotel Madrid, Caldas da Rainha. 2013 Mini Hotel, Projecto "Passa a Cabine", Fundação PT / IPLeiria, Caldas da Rainha.; "YA'AQOV", Diogo Almeida Martins & Diogo Caetano de Oliveira, Electricidade Estética, Centro de Artes, Caldas da Rainha; Exposição de Artes Plásticas ESAD.CR/ 2012, Mosteiro de Alcobaça, Alcobaça. 2012 Exposição de Finalistas 2011/¬2012, Escola Superior de Artes e Design, Caldas da Rainha; Eva 2012, Festival de Video e Artes Digitais, Escola Superior de Artes e Design, Caldas da Rainha; "Anúbis", Caldas Late Night 16, C. C. D. Carlos, Caldas da Rainha. 2011 “O que um livro pode”, lançamento do Livro “Sala 5”, alunos de 3º ano de Artes Plásticas ESAD.CR, Atelier Real, Lisboa; “Em desenho”, Museu José Malhoa, Caldas da Rainha; “Na gaveta de Serigrafia e Gravura”, Galeria da Casa do Pelourinho, Óbidos; “There Are Many Ways to Make a Cake”, Silos Contentor Criativo, Caldas da Rainha.


FUTURAS RESIDÊNCIAS (FUTURE RESIDENCIES):

Maio 2015

Rui Dias Monteiro, nasceu em Castelo Branco, Portugal, 1987. Vive e trabalha em Lisboa.
Curso Avançado e Projecto Individual de Fotografia no Ar.Co, Lisboa.

Individuais: 2014 Num lugar entre o vento, MIRA FORUM, Porto; Sobre cada erva, Espaço Arte Tranquilidade, Lisboa. 2013 As couves dormem sem manta, Blitzforum #5, Galeria Alecrim 50, Lisboa. 2011 Caia Caía, Fábrica Braço de Prata, Lisboa; Figura na Paisagem, Sala da Nora, Castelo Branco.

Colectivas: 2013 Sem título, Galeria Round the Corner, Lisboa. 2009 Ar.Co bolseiros & finalistas 2008, Palácio Galveias, Lisboa; O sabor da casca, Cooperativa de Comunicação e Cultura, Torres Vedras. 2008 Ar.Co bolseiros & finalistas, Projecto F, Espaço Tranquilidade, Lisboa. 2007 Crush on Rush, Galeria 9arte, Lisboa. 2006 projecto_Lisboa, MEF, Estufa Fria, Lisboa.

Publicações: 2014 Fazer fogo à noite, não edições, Lisboa; Sob cada erva, Edição de artista, Lisboa. 2012 Urbano Tavares Rodrigues, Nº 16 Revista Textos & Pretextos, Lisboa.

Bolsas: 2006/2007 BES/Ar.Co, Lisboa.

Residências Artisticas: 2012 Galeria Fantasma, Aldeia Histórica de Monsanto.

 

 

[EN]

Artistic Residencies

The artistic residencies program of Cooperativa de Comunicação e Cultura (CCC-TV) provides stays of 1 to 4 weeks addressed to artists in the image field (photography, video, multimedia and cinema). Located in the city of Torres Vedras, only 35 km away from Lisbon, the residency is aimed to creatives looking, above all, for a fully equipped creation space, in a quiet environment. Inserted in the city’s Old Town, near the sea (15 km away from Santa Cruz beach), it’s in close proximity to places of archeological interest, like the Castle of Torres Vedras and Castro do Zambujal. 

The residencies for photographers or video projects can count with material including a fully equipped darkroom (camera obscura), an editing room with MacBook Pro computers, medium format printing, scanning and a studio. 

Cooperativa de Comunicação e Cultura (CCC-TV) is a cultural non-profit association, which seeks institutional and private support, operating for thirty-five years.

Therefore, the residency doesn’t receive direct financial support, whereby the potential applicants are encouraged to seek financial help for the production and itineration in other institutions. However, we’re available to share applications for financial support programs. During this process, the residency will provide an invitation-letter for the applicant to present in his/her application for external financial support and/or launch sporadic applications in partnership with our institution. The residency program includes stay in apartment with breakfast included. We give all the possible and necessary support for the development of the respective work. The residency’s final result, if appropriate, is likely to be shown in our gallery.

The application for a residency can be made in any time of the year and must include information and illustrative images of the applicant’sartistic career and biography (CV and portfolio), a brief description of the work he/she intends to develop and possible dates for its realization. The artistic residencies with accommodation may take place between September 1 and June 30, just because in the months of July and August usually we don’t have available accommodation. 

To send applications and get more info: geral@ccctv.org addressed to Inês Mourão (Cultural Manager of Cooperativa de Comunicação e Cultura - CCC-TV).